Rádio Planeta Reggae

Mostrando postagens com marcador Reggae MPB. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Reggae MPB. Mostrar todas as postagens

Izabella Rocha


Izabella Rocha - Gaia (2015)

01. Setecentas Vidas
02. Desejo Eterno
03. Resgate Ancestral
04. Paraíso
05. Esse Sujeito
06.  É Tão Bom
07. Impulso
08. Mulher Sagrada
09. Mariposa Porã

Izabella Rocha foi co-criadora da banda Natiruts em 1996 e gravou cinco álbuns com a banda até 2006, depois criou a banda InNatura e gravou três álbuns até 2014. Entrou para o bloco percussivo Galo Cego em 2011, como tamborinista e cantora, participando dos vocais do primeiro álbum do bloco, gravado em 2014. Em 2015 iniciou um novo projeto, GAIA, seu primeiro trabalho solo que  foi lançado em 2015 em comemoração aos seus 20 anos de carreira.

Marina Peralta


Marina Peralta - Agradece (2016)

01. Luz
02. Quase Nada
03. Garoa
04. Direito Para Quem?
05. Você Para Colorir
06. Deus É do Gueto
07. Ela Encanta
08. Qual É o Sentido?
09. Na Melodia
10. Viajante
11. Agradece
12. Novo Canto

João Terra


João Terra - Todas As Áfricas (1988)

01. O Joio E O Trigo
02. Sobreviver
03. Chamada
04. Na Favela
05. Raiz
06. Falhas
07. Enquanto Isso
08. Negão
09. Mundo Marginal
10. Destino
11. Cigano Blues
12. Todas As Áfricas

Anelis Assumpção


Anelis Assumpção - Amigos Imaginários (2014)

01. Cê Tá Com Tempo?
02. Eu Gosto Assim
03. Mau Juízo
04. Inconcluso
05. Por Quê?
06. Devaneios Russo Passapusso
07. Toc Toc Toc
08. Song to Rosa Céu, Thalma de Freitas
09. Declamação Kiko Dinucci
10. Declaração Kiko Dinucci
11. Minutinho
12. Deuso Deusa

InNatura


InNatura - InNatura 3 (2013)

01. Cidade A Flutuar
02. Um Que Fazer
03. Rainha Dourada
04. Ragga Dance
05. Quero Te Encantar
06. Jacarandá do Cerrado
07. Brilho da Cidade
08. Velejo No Cumbuco
09. A Pé
10. Watacoco
11. Passageira
12. Respeitar o Mundo

InNatura


InNatura - Bossa Ragga (2010)

01. Bossa Ragga
02. Um Lugar
03. Todos os sonhos
04. E Dom
05. Natural
06. Alguém como você
07. Labirinto
08. Aqui no Rio
09. Nova Vida
10. No Mar
11. Solta pelo Mundo

Alexandre Carlo


Alexandre Carlo - Quartz (2013)

01. Comment Allez Vous
02. Last Night Part. Rashid
03. Venha Me Encontrar
04. Cabelo De Cachoeira
05. Eu Vim Aqui
06. Só A Gente Sabe Part. Caê du Samba
07. 'Tava' Com Saudade
08. Te Beijar Part. Ellen Oléria
09. Agora Que Feliz Estou
10. Chelly Part. Projota

André Sampaio & Os Afro Mandinga


André Sampaio & Os Afro Mandinga - Desaguou (2013)

01. O Que Fazer ? (Cacique 97)
02. Bumaye!
03. Desaguou Vieux Farka Toure
04. Juízo Final
05. Zimbawenin
06. Massane Cisse (No Fim Somos Todos Iguais) Assaba Drame, Fatim Kouyate
07. Rainha
08. Ecos de Nyafunke   
09. Zumbi Terrakota, Bnegão, Bongar, Cacique 97, Karla da Silva, Nilton Junior
10. Wababa (É Preciso Crescer) Sekou Diarra  
11. Zimbawenin Adubada (Buguinha Dub Remix)

Céu


Céu – Catch A Fire Ao Vivo (2014)

01. Concrete Jungle
02. Catch a Fire
03. 400 Years
04. Stop That Train
05. Baby We’ve Got a Date (Rock It)
06. Sitr It Up
07. Kinky Reggae
08. No More Trouble
09. High Tide Or Low Tide
10. All Day All Night
11. Burnin’ And Lootin’/Cordão da Insônia
12. Catch A Fire

Casulo de Rudá


Casulo de Rudá - A Escada E O Jardjinn "Demo" (2013)

01. A Escada E O Jardjinn
02. Universo em Crise
03. Vontade de ser Deus
04. Natural
05. Breve História do Mar
06. Centelhas do Sol


Com a ideia de mesclar e diversificar o reggae com vários elementos da música brasileira, a banda Casulo de Rudá surgi na cidade de Francisco Morato-SP em meados de 2008 com Tiago Nunes, Émerson Lima, Lenslie Stefanini e André batera, sem esquecer das participações de Edson Primiani e Wanks Marques ambos no contra baixo.
Após a entrada dos integrantes Niko Oliveira, Edson Primiani (calango) e Simon Loren, a ideia de diversificar ganha força com novas ideias, arranjos e composições. .
Atualmente o Casulo de Rudá segue sua trajetória independente, tocando em bares e eventos nos quais apresentam um repertório amplo quanto a pluralidade de ritmos e estilos, onde procura inserir no repertório músicas próprias da banda.
Atualmente o Casulo de Rudá é composto pelos seguintes integrantes:
- Nico Oliveira – Vocal
- Tiago Nunes - Percussão
- Simon Loren - Guitarra/Violão
- Émerson Lima- Guitarra Solo e backing vocal
- Rafael Cardoso - Baixo
- Fabiano Loren - Baterista
- Willian Germano- Teclado e backing vocal

Telefones
(11) 98041-7034 / (11) 4488-6920 / (11) 99836-8235
e-mail
casuloderuda@hotmail.com - tiagofolhaseca@hotmail.com

www.facebook.com.br/casuloderudareggae

André Sampaio e os Afromandinga


André Sampaio e os Afro Mandinga  - Bumaye (2011)

01. Bumaye
02. Rainha
03. Ecos de Niafunke
04. Juízo Final

André Sampaio Conhecido do grande público como guitarrista solo e compositor da banda de reggae Ponto de Equilíbrio, André se consolidou como um instrumentista ímpar. Suas influências claramente blues-jazzísticas se fundiram à guitarra do roots reggae jamaicano, somando a elas suas experiências e pesquisas em viagens pelo Brasil, Europa e África, tocando com grandes nomes da música nacional e internacional.

Esse é seu Primeiro disco Solo “Bumaye!” é o EP do álbum homônimo que retrata esses diálogos entre tradições de matriz africana e música moderna com instrumentos eletrificados, numa linguagem que mescla afrobeat, samba-rock e dub com cantos e expressões inspirados em cantigas de capoeira angola, do samba de terreiro, do candomblé, dos cantos dos griôs, dos nyabinghi e dos bluesman do Missisipi.

Em uma atmosfera dub que remete ao psicodelismo dos anos 60 e 70, o universo musical que envolve esse jovem (porém experiente) artista carioca é de fusões de vertentes afro, tendo a guitarra como catalisadora. Tudo mantendo uma elegante harmonia de elementos e sonoridades. Com muita intensidade, a música que flui de suas cordas é uma música que vem da alma, que nos leva a passear por uma ancestralidade e ao mesmo tempo uma atualidade. Um diálogo entre o tradicional e o moderno.

Sua inspiração principal nos últimos anos vem sendo a guitarra mandinga, nome dado pelos portugueses ao tronco lingüístico malinke. Povo místico, oriundo do antigo Império do Mali (África Ocidental, sec. XIII), que confere à música um caráter de religação com os ancestrais, aonde os jélis (ou griôs) possuem grande prestígio na sociedade. Através do violão e da guitarra, os jélis trouxeram para um contexto de música moderna os fraseados e timbres dos seus instrumentos tradicionais.
 

Gilberto Gil


Gilberto Gil - Kaya N' Gan Daya Ao Vivo (2003)

01. Eleve-se Alto Ao Céu (Lively Up Yourself)
02. Não Chore Mais (No Woman, No Cry)
03. Kaya N'Gan Daya (Kaya)
04. Rebel Music (3 O'Clock Road Block)
05. Vamos Fugir (Give Me Your Love)
06. Them Belly Full (But We Hungry)
07. A Novidade
08. Waiting In Vain
09. Three Little Birds
10. Garota De Ipanema
11. Extra
12. Nos Barracos Da Cidade (Barracos)
13. Is This Love
14. Could You Be Loved
15. Alagados
16. Sítio Do Pica-Pau Amarelo
17. Esperando Na Janela

Tonho Gebara


Tonho Gebara - Ímpar (2003)

01. Diagnóstico
02. Kamicase
03. Reggae 3
04. Pode o Céu Cair
05.
06. Inquietude
07. Prelúdio ao Vaqueiro
08. Faz de Conto
09. Calmaria
10. Casa Vazia
11. Bloco da Saudade

Tonho Gebara Ex- Guitarrista da Banda "Natiruts"  foi indicado por Kiko para assumir o posto de guitarrista porque estava seguindo rumo à carreira solo. Tocando guitarra desde cedo, Tonho foi chamado para fazer parte de alguns outros grupos, cada um com um estilo diferente. Passou pelo rock, pelo jazz, e no reggae tocou nas bandas Medusas Dread, com o irmão Tandi, e Tafari Roots. Mas o trabalho de Tonho não se restringe aos arranjos, ele é responsável também por várias das letras dos grupos por onde passou, inclusive "Bob Falou", uma das músicas mais conhecidas do Natiruts.

Se aventurou gravando um CD solo chamado "Ímpar, onde foi além. "Ímpar", pode até ser chamado de uma colcha de retalhos, afinal as influências do guitarrista eram muitas, é só vermos os trabalhos anteriores. Mas no lugar de ser um trabalho inconsistente, mostra que os retalhos foram "bem costurados", pois acabou funcionando como uma radiografia da encruzilhada que a nossa MPB vivia no momento.

As letras de Tonho tratavam do cotidiano, principalmente falando de relacionamentos, dos problemas da transição entre a juventude a idade adulta, de amores perdidos, amizade, lealdade e morte. Mas o que chamava a atenção era o formato das canções. Segundo Tonho, a ideia original era fazer músicas apenas com compassos impares, 7/8, 3/4 etc. algo um tanto incomum no pop brasileiro, mas a ideia foi se diluindo quando outras composições, estas em compassos mais comuns, acabaram se destacando como boas músicas. 
Tonho Gebra Faleceu em (29/02/2004) vítima de um ataque cardíaco.

Gilberto Gil


Gilberto Gil - Kaya N'gan Daya (2002)

01. Buffalo Soldier
02. One Drop
03. Waiting in Vain
04. Table Tennis Table
05. Three Little Birds
06. Não Chore Mais (No Woman, No Cry)
07. Positive Vibration
08. Could You Be Loved
09. Kaya N'Gan Daya (Kaya)
10. Rebel Music (3 O'Clock Road Block)
11. Them Belly Full (But We Hungry)
12. Tempo Só (Time Will Tell)
13. Easy Skankin'
14. Turn Your Lights Down Low
15. Eleve-se Alto Ao Céu (Lively Up Yourself)
16. Lick Samba

Jorge Alfredo & Chico Evangelista


Jorge Alfredo & Chico Evangelista - Bahia Jamaica (1980)


01. Amaralina
02. Bahia Jamaica
03. Rasta Pé
04. Arraias No Ar
05. Reggae Da Independência
06. Carapiaçaba
07. Esperando Badauê
08. Alô, Alô
09. Música Alegre
10. Oxum Mulher
11. As 3 Marias
12. O Dia
13. Felicidade Morena
14. Pipoca Da Chinfra

Toni Garrido


Toni Garrido - Todo Meu Canto (2009)

01. Perfume da Nega
02. Todos os Amigos Perto de Mim
03. Fim de Semana Good Time
04. Tudo Que Você Podia Ser
05. Inocente ou Culpado ( Fuck Machine)
06. Barra Pesada
07. Me Libertei
08. Rimas da Saudade ( Tanta Saudade)
09. Os Nerds
10. Trevo de Quatro Folhas
11. Anúncio de Jornal
12. Grande Amor
13. Minhas Lágrimas

InNatura


InNatura - Um Artista Brasileiro  (2008)


01. Beleza Divina
02. Sorriso de Flor
03. Carcaça
04. Eus
05. Lado Oposto
06. In Flow e Foi
07. Princesa do Cerrado
08. Já Valeu
09. Misteriosa Atração
10. Tambor
11. Morena do Mar
12. Pode o Céu Cair
13. Discípulo de Mestre Bimba
14. Clareou
15. Andar Pela Ilha
16. Água de Bebe (Bônus)

Quem conhecia os brasilienses Izabella Rocha, Bruno Dourado e Kiko Peres, ex-integrantes e fundadores da banda de reggae Natiruts, vai se surpreender com o novo projeto dos três, batizado de In Natura, ainda desconhecido do grande público.

No CD e DVD de estréia, Um artista brasileiro, Izabella e Bruno assumem os vocais e mostram suas vozes em um trabalho acústico, basicamente com voz e violão. Mesmo tendo ainda o reggae como referência, como não poderia deixar de ser, as músicas agora incluem batidas fortes dos ritmos folk, soul, samba-rock e jazz. Além de Izabella, Bruno e Kiko, o CD tem composições de cinco artistas (Rogê, Tonho Gebara, Luís Carlinhos, Baia e Rafael Ponde), todas com forte apelo regional, de múltiplas influências, estilos e ritmos, que servem como uma espécie de amostra da multifacetada música e criatividade de nosso País.

Para Izabella, estar finalmente à frente dos vocais está sendo um desafio empolgante. “Estar cantando pela primeira vez como intérprete dá uma forte injeção de ânimo para pegar a estrada novamente, gravando nossas músicas com estilos diferentes, não só o reggae”, disse, animada.

Os repertórios e os arranjos de Um artista brasileiro foram surgindo naturalmente, de forma casual e sem pressões. “Eu e o Bruno saímos do Natiruts em 2006 e não esperávamos engrenar um novo trabalho tão logo. A receptividade do público em algumas apresentações fez com que a gente encarasse esse novo trabalho”, contou Izabella.

Uma das faixas inéditas é Beleza divina, composta por Izabella e Kiko para a trilha sonora do curta-metragem Uma questão de tempo, de Catarina Acioly. Outro destaque fica por conta de Eus, uma canção soul music existencialista, de Baia e Gabriel Moura, líder do Farofa Carioca.

Com uma nova roupagem, o trabalho também relembra as músicas favoritas do trio da época do Natiruts, como as faixas Discípulo de mestre Bimba, Andar pela trilha e Misteriosa atração.

Fonte: Paraná Online

Gilberto Gil


Gilberto Gil - Montreux Jazz Festival - Ao Vivo (1978)

01. Chuckberry Fields Forever
02. Chororô 07:42
03. São João, Xango Menino
04. Respeita Januário
05. Ela
06. Bat Macumba/Exaltação A Mangue
07. Procissão/Atrás Do Trio Elétrico
08. Triole (Jam Session)