Mostrando postagens com marcador Natiruts. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Natiruts. Mostrar todas as postagens

Natiruts


Natiruts - Natibaby (2018)

01. Deixa o Menino Jogar
02. Quero Ser Feliz Também
03. Eu e Ela
04. Nossa Missão
05. Presente de um Beija-Flor
06. Em Paz
07. Meu Reggae é Roots
08. Eu Eternamente Cantarei a Paz
09. Semente Nativa
10. Liberdade pra Dentro da Cabeça

Natiruts


Natiruts - I Love (2018)

01. Serei Luz ft. Thiaguinho
02. Deriram
03. I Love ft. Morgan Heritage
04. Bem pra Longe
05. Xaxado do Amor
06. Verde do Mar de Angola ft. Gilberto Gil
07. Mergulhei nos Seus Olhos ft. Logan Bell
08. Hoje Eu Quero Ouvir
09. O Silêncio Virou Som

Natiruts


Natiruts - Índigo Cristal (2017)

01. Na Positiva
02. Caminhando Eu Vou
03. Sol do Meu Amanhecer
04. Dois Planetas
05. Eu Quero Demais
06. Pode Crer
07. Que Bom Você de Volta
08. A Justiça Falha
09. Desculpe Doutor
10. Canção Pro Vento
11. Índigo Cristal

Natiruts


Natiruts - #NOFILTER (2014)

01. O Carcará e a Rosa
02. Meu Reggae é Roots
03. Au de Cabeça
04. Glamour Tropical (Rio em Dia de Paz)
05. Você Me Encantou Demais
06. Dentro da Música
07. Groove Bom
08. No Mar
10. Naticongo
11. Leve Com Você
12. Espero Que Um Dia
13. Zóio de Lula
14. Mensagem de Amor
15. Deixa o Menino Jogar
16. Faroeste Caboclo
17. Natiruts Reggae Power

Natiruts


Natiruts - Acústico (2012)

01. Dentro da Música II
02. Groove Bom
03. Meu Reggae é Roots
04. Andei Só
05. Au de Cabeça
06. Vento, Sol, Coração
07. Reggae de Raiz
08. A Cor
09. Quero Ser Feliz Também
10. Super-nova
11. Pérola Negra Part. Especial: Luiz Melodia
12. Glamour Tropical (Rio em Dia de Paz)
13. Espero Que Um Dia
14. Já Chorei Demais
15. Pedras Escondidas
16.
Você Me Encantou Demais
17. O Carcará e a Rosa
18. Deixa o Menino Jogar
19. Liberdade Pra Dentro da Cabeça
20. Sorri, Sou Rei Part. Especial: Sônia Savinell
21. Natiruts Reggae Power / Esperar o Sol Part. Especial: Flora Matos

Natiruts Dub vs. Mad Professor


Natiruts Dub vs. Mad Professor (2012)

01. Raçaman Dub
02. Vento, Sol Dub
03. Fogueira de Desilusões Dub
04. 1996 Dub

Natiruts


Natiruts - Raçaman (2009)

01. Raçaman
02. Glamour Tropical
03. Groove Bom
04. Fogueira de Desilusões
05. No Mar
06. Vento, Sol, Coração
07. Sorri, Sou Rei
08. 1996
09. Arco Íris e Planetas
10. Um Céu, Um Sol e Um Mar
11. Reggae Music
12. Dentro da Música 

Biografia

Formada por amigos de faculdade em 1996, em Brasília, o Natiruts surgiu para fazer reggae nacional, inicialmente como Nativus.

Alexandre na época estudante universitário, tinha a música como válvula de escape das suas alegrias e desilusões com a realidade brasileira.

Sem pretensões maiores, visto que já estava encaminhado na profissão de analista de sistemas, compunha canções no estilo que mais se sentia a vontade o reggae.

Numa das cervejadas do time de futebol da UnB conheceu Juninho com quem passou a fazer um som pelas festinhas em casas e apartamentos da cidade. Essa foi a semente da história. Mas toda semente precisa brotar para crescer.

Foi então que Alexandre convidou Luiz Maurício e Bruno Dourado, companheiros de time na UnB, para assumirem o baixo e a percussão. Fizeram alguns ensaios com essa formação. Talvez bastassem quatro cabeças se a intenção fosse fazer um reggae tipicamente jamaicano que é e sempre será a referência para qualquer banda de reggae. No entanto a influencia da música brasileira era muito forte nas melodias e harmonias das músicas e a vontade de se fazer um “reggae roots brasileiro” era definitiva.

Por isso fez-se necessária a inclusão de mais elementos musicais na banda. Foi quando Izabella Rocha e Kiko Peres foram convidados a assumirem o backing vocal e guitarra solo. A partir daí a banda criaria identidade própria.

O próximo passo, natural de qualquer banda do mundo, era gravar uma demo.
A demo foi gravada ainda na época das fitas cassetes. A reprodução era caseira. Nos velhos três em um duplo deck. A aceitação foi impressionante. Quem poderia imaginar que uma banda de reggae revolucionaria a cena local da cidade então conhecida como “capital do rock”.

Alguns shows aconteceram e vislumbrou-se a possibilidade de se gravar um cd.
Kiko Peres tinha um amigo da cena musical brasiliense que estava radicado no Rio a algum tempo.

Esse amigo estava trabalhando num grande estúdio carioca e talvez conseguisse um esquema de pagamento por partes da tal gravação. Esse amigo era Tom Capone que acabou participando de uma faixa e posteriormente produziria dois discos da banda, o Verbalize e o Quatro que contou com Tonho Gebara na guitarra solo.

A energia positiva da banda agregava cada vez mais pessoas dispostas a ajudar. O estúdio A.R abriu as portas para o reggae do cerrado.

Ao chegar no estúdio um dos técnicos perguntou se poderíamos esperar um pouco pois estaria sendo gravado um ultimo “take” do ultimo disco de uma banda também de Brasília, já sem a presença física de seu vocalista. Essa banda era a Legião Urbana.

Enquanto uma banda do cerrado terminava sua gravação, outra começava.
Iniciava-se aí a gravação de um disco que indiscutivelmente marcou a sua geração, NATIVUS.

Chegou a gravar dois discos sob esse nome, sendo o primeiro deles independente, mas pouco antes de lançar o seu segundo trabalho em uma gravadora, foram acionados judicialmente por um grupo xará.

Foram rebatizados para que a banda não se visse obrigada a pagar um alto preço aos detentores do nome Nativus. Apesar de agregar elementos típicos da música brasileira, os Natiruts jamais deixaram para trás o reggae raiz e a função social do som que produzem. Estão constantemente levando sua voz e seu lema ‘liberdade pra dentro da cabeça’ ao Brasil inteiro, em suas próprias turnês ou em festivais de reggae.

A banda já lançou sete discos e um DVD fazendo bastante sucesso pelo país com canções como Presente De Um Beija-Flor, Liberdade Pra Dentro Da Cabeça, Natiruts Reggae Power, entre outras.

Os discos já lançados até 2010 são: Nativus, Povo Brasileiro, Verbalize, Qu4tro, Nossa Missão, Reggae Power e Raçaman.

Natiruts


 Natiruts - Reggae Power (2006)

01. Reggae Power
02. Não Chore meu Amor
03. Naticongo 04. Surfista do Lago Paranoá
05. Presente de um Beija-Flor
06. Verbalize
07. Caraíva
08. Iluminar
09. Liberdade para dentro da Cabeça
10. Em Paz
11. Leviatã
12. Palmares 1999
13. Quem Planta Preconceito?
14. A Cor
15. Meu Reggae é Roots
16. Eu e Ela
17. Toca-Fogo
18. Forasteiro
19. Leve com Você
20. Quero ser Feliz Também
21. Andei Só
22. Deixa o Menino Jogar
23. O Carcará e a Rosa

Natiruts


Natiruts - Nossa Missão (2005)

01. Não Chore Meu Amor
02. Nossa Missão
03. Au de Cabeça
04. Quem Planta Preconceito?
05. Bossa Nova em Kingston
06. Quando Você Acordar
07. Iluminar
08. Caraíva
09. Eu Eternamente Cantarei a Paz
10. Cheiro de Flor
11. Quero Ser Feliz Também
12. Toca Fogo

Natiruts


Natiruts - Qu4tro (2002)

01. Bob Falou
02. Naticongo
03. Leviatã
04. Espero Que Um Dia
05. Aldeia
06. Leve Com Você
07. Nessa Babilônia
08. Andar Pela Ilha
09. Misteriosa Atração
10. Soul de BSB
11. Jamaica Roots 2
12. Princesa do Cerrado

Natiruts


Natiruts - Verbalize (2001)

01. Jamaica Roots (Intro)
02. Eu Luto
03. Verbalize
04. Dance Se Quiser Dançar
05. Tenha Os Olhos Sempre Abertos
06. Andei Só
07. Gotas de Vidro
08. Flashes e Ambições
09. Homem do Povo
10. A Hipnose do Amor
11. Discípulo de Mestre
12. O Fundo do Mar
13. Tô de Bem
14. Vôo do Carcará
 

Natiruts


Natiruts - Povo Brasileiro (1999)

01. O Carcará e a Rosa
02. Meu Reggae É Roots
03. Proteja-se E Lute
04. Eu e Ela
05. Palmares 1999
06. A Cor
07. Em Paz
08. Praia Dos Golfinhos
09. Pode Ser
10. Pedras Escondidas
11. Cavaleiros Azuis
12. Una Vez Más
13. Povo Brasileiro
14. Forasteiro

Natiruts


Natiruts - Nativus (1997)

01. Liberdade Pra Dentro da Cabeça
02. Casulo
03. Presente De Um Beija-flor
04. Deixa o Menino Jogar
05. Semente Nativa
06. Reggae De Raiz
07. Som de Bob
08. Mano Velho
09. Dialetos da Paz
10. Cantar
11. Surfista do Lago Paranoá
12. Adeus Mamãezinha

Perda no reggae nacional

Perda no reggae nacional: Tonho Gebara, guitarrista do Natiruts, morre vítima de ataque cardíaco!


O guitarrista da banda de reggae Natiruts, Tonho Gebara, faleceu no último dia 29 de fevereiro vítima de um ataque cardíaco. Ele já estava doente, mas apresentava sinais de melhora quando a notícia pegou a todos de surpresa. Kiko, ex-guitarrista da banda, até assumiu seu lugar enquanto aguardava a melhora do amigo. Tonho Gebara era mais conhecido por ser o atual guitarrista da banda Natiruts. 

Gebara foi indicado por Kiko para assumir o posto de guitarrista porque estava seguindo rumo à carreira solo. Tocando guitarra desde cedo, Tonho foi chamado para fazer parte de alguns outros grupos, cada um com um estilo diferente. Passou pelo rock, pelo jazz, e no reggae tocou nas bandas Medusas Dread, com o irmão Tandi, e Tafari Roots. Mas o trabalho de Tonho não se restringe aos arranjos, ele é responsável também por várias das letras dos grupos por onde passou, inclusive "Bob Falou", uma das músicas mais conhecidas do Natiruts.

Se aventurou gravando um cd solo chamado "Impar", onde foi além. "Impar", pode até ser chamado de uma colcha de retalhos, afinal as influências do guitarrista eram muitas, é só vermos os trabalhos anteriores. Mas no lugar de ser um trabalho inconsistente, mostra que os retalhos foram "bem costurados", pois acabou funcionando como uma radiografia da encruzilhada que a nossa MPB vivia no momento. 

As letras de Tonho tratavam do cotidiano, principalmente falando de relacionamentos, dos problemas da transição entre a juventude a idade adulta, de amores perdidos, amizade, lealdade e morte. Mas o que chamava a atenção era o formato das canções. Segundo Tonho, a idéia original era fazer músicas apenas com compassos impares, 7/8, 3/4 etc. algo um tanto incomum no pop brasileiro, mas a idéia foi se diluindo quando outras composições, estas em compassos mais comuns, acabaram se destacando como boas músicas. 

Mesmo assim, os entendidos em composição musical se deliciaram com as "experimentações" feitas por Gebara. O Natiruts e seus fãs não só perdem um excelente profissional, mas acima de tudo um grande amigo e companheiro. O corpo será velado na Santa Casa de Botafogo, no Rio de Janeiro.
Fonte Surforeggae