Rádio Online

Aviso


Músicos e Bandas que não estiverem satisfeitos com o link de algum CD que eu Tenha disponibilizado
ou qualquer outro problema me informe pelo Email abaixo que retiraremos imediatamente!


"Mesmo que o rádio não toque, mesmo que a TV não mostre
Aqui vamos nós, cantando reggae, aleluia Jah!"
EDSON GOMES

Meu Contato: silvaniorootsreggae@yahoo.com.br

Versículos

28/03/2010

Esse Eu Recomendo




Um sonho possível


Um garoto pobre perdido em uma instituição cristã. Até que uma mulher, Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock) resolve acolhê-lo em sua casa. Esse é o enredo do filme Um sonho possível.
Originalmente baseado na biografia de Michael Lewis, o título original da obra era The blind side e a princípio se cogitou chamá-lo por aqui de Lado cego. Uma tradução literal seria O ponto cego, título evitado talvez por já dar nome a outro filme.
Temos que considerar que o título em Inglês é mais significativo (além de menos água com açúcar) do que o nacional. O trabalho dos jogadores de futebol norteamericanos é proteger o companheiro que está com a bola. Big Mike (Quinton Aaron), o protegido de mrs. Tuohy possui um forte senso protetor. Isso, quando bem canalizado, tornar-se um poderoso recurso para sua grande atuação no esporte.
Simultaneamente, o próprio Mike está no ponto cego da maioria de seus colegas de classe e professores, por sua origem humilde e suas parcas habilidades acadêmicas. O amor que ele recebe de toda a família de Leigh abre-lhe as portas para um devolvimento integral.
O papel deu o Globo de Ouro à Sandra Bullock. Ela mesma sabe ser improvável ganhar o Oscar. Apesar dos méritos do filme, a atuação da atriz não constitui nenhum ponto alto. O roteiro em si é mais contundente e Sandra Bullock apenas não o prejudica. Ao mesmo tempo, tem sido atribuído à presença dela o sucesso de Um sonho possível nas bilheterias: mais de U$$ 200 milhões somente nos USA. O feito é inédito para um filme estrelado por uma estrela, sem a presença de um astro forte.
Seja como for, o filme é uma boa pedida para ressaltar como o acolhimento, o interesse pelo outro e a disposição de dialogar e entender aqueles que são diferentes têm o poder de transformar vidas.

0 comentários:

Postar um comentário

Dúvidas e comentários